Decadência e Religião


CAPÍTULO I

São 00:05 do dia 04.05.2016 e desde cedo o meu querer está aqui do meu lado pedindo para que eu retrate este fato, não consigo dizer quem realmente está me fazendo este pedido; deve ser alguma entidade "rsrsrsrsrsrsrs" o babado aqui é fortíssimo...


Vou tomar como base as pequenas casas que ocorrem reuniões espirituais, lá no fundo o desejo de alguns médiuns é que aquele lugar cresça no coletivo e ai súplicas e súplicas às entidades, oferendas, velas, matanças, carurus, sambas de caboclos, sambas de ciganos, muito trabalho, pretos velhos descendo e subindo, muita devoção, muitos Alan"s" Kardec"s" encarnados cheios de sabedoria equivocada, um muito de tudo e um pouco de tudo também misturado à  fé e a verdade em que cada um acredita; a espiritualidade nesse terceiro planeta de provas e espiações, nessa nossa terceira dimensão  funciona bem assim:


“Uma das coisas que mais me chamam a atenção nos seres humanos é a sua insistência em achar que a vida em outros planetas está disponível para o seu sistema de 3D. O que quero dizer com isso? Em todas as encarnações que tive como ser humano, percebi que o homem sempre subestima o complexo universal das dimensões. Ele subestima porque seus cientistas não sabem e não divulgam o que sabem sobre as dimensões. Eles dizem que não podem provar a existência de outras dimensões, assim como não podem provar a existência de vida em outros planetas. O que talvez eles ainda não saibam, e com certeza a população do planeta Terra não sabe, é que estes dois fatos estão interligados. Ou seja: seres que habitam outras dimensões superiores não podem ser vistos a olho nu por seres que habitam dimensões inferiores, a não ser que queiram ser vistos. Como o homem quer ver os habitantes de Marte, se eles não são e não habitam a terceira dimensão? Mesmo o planeta Marte que vocês da Terra conseguem ver fisicamente não corresponde ao planeta Marte original. Os homens da Terra estão vendo o planeta que podem ver, com os olhos cegos da terceira dimensão! Uma Lei Universal explica isso da seguinte forma: Se você habita uma dimensão inferior, contente-se com o que esta dimensão lhe oferece. Se você está nela, ela está em você. E não há como mudar isso. Os humanos que habitam outras “Terras” sabem e conseguem ver os habitantes de Marte, de Plutão e de Vênus sem nenhum problema. Sim, existem outras “Terras” iguais à de vocês da terceira dimensão.” Trecho do Livro dos Uranianos 

3. A terceira dimensão é o espaço. Para um objeto, isso significa ganhar profundidade e se tornar tridimensional, ou seja, ser dono de três valores numéricos que o situem (largura, comprimento e profundidade)Aqui eu só quero embasar, tornar uma visão mais apurada do que diz respeito à terceira dimensão.

Todos nessas casas obedecem a um líder que limita ou não o acesso de informações, normativas, coisas e mais coisas que acontecem debaixo dos olhos de todos os médiuns, assistência e não assistência também (não sei porque que nessas horas eu lembro de uma conversa que eu tive há quase uns trinta anos com Pai Joaquim onde ele me dizia  que esses 21 dias valeriam por uma eternidade e valeram sim) mas vamos lá, e se obedece essa hierarquia e essa hierarquia com o passar dos anos não fazem a mínima questão de estabelecer nessa casa um grupo de estudo, algo que venha a tornar o trabalho mais consistente, teorizado, praticado, às vezes à hierarquia atua no sentido de evolução global mas, o comodismo se faz presente e nada muda, e tudo passa, os anos passam. 
A vela branca é a vela de Oxalá, a vela branca é a vela de Jesus, a vela branca é a vela de buda, a vela branca é a que ilumina os caminhos e por ai vai... tenho visto ao longo dos anos, lindos médiuns se transformarem em cascões terrenos vivos, sim, vivos pois não conseguem sustentar à sua guiança que está também atrelada à hierarquia religiosa. Gente cresce, envelhece, fica louco, envelhece, amarra daqui, desamarra de lá, um acha que Tranca, outra quer destrancar (rsrsrs) doenças crônicas, acidentes, um cai ali, outro cai aqui, tudo é negativo, vamos eleger um culpado, quem será? quem será? são os espíritos, precisa de um ebó, ebó é custo, o caboclo precisa de Axé... é R$7.000,00 é R$777,37 e por ai vai, o cunho religioso, a crença religiosa aos poucos vão se transformando em um pequeno comércio em nome do senhor "Deus", "Oxalá!", gosto de incomodar Oxalá com isso pois ele é um Orixá paciente porém firme em suas convicções... O mesmo médium que recebe a entidade é o mesmo médium que obedece à hierarquia mas não é o médium que paga os R$7.000,00 pois esse ai paga R$777,37 menino é uma confusão monetária espiritual que nessa hora qualquer espírito das trevas quer ter luz, carne, osso e etc... 
Resolvi escrever por capítulos, usarei subtítulos interessantíssimos.  "Decadência e Religião" essa é uma pequena reflexão de hoje, talvez eu retome para construir o segundo capítulo ou termine esse não sei. Duvidas estão surgindo no meu querer, isso, dúvidas... talvez seja essa palavra que vai embasar meu segundo capítulo: Dúvidas ou não.







Olá amigos e irmãos, é o maior e imenso prazer recebê-los neste espaço de Luz e de amor...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cigana Esmeralda, Nomes ciganos, significados e dominações...

Numerologia cigana e espírito cigano guardião

Usos, costumes e crenças do povo das estrelas...Parte II